Boi: atraso na engorda mantém tendência de alta e arroba sobe até R$ 1

O mercado físico do boi gordo segue com preços firmes nas principais praças acompanhadas pela consultoria Safras. “A tendência de curto prazo ainda remete a reajustes, em linha com o quadro de oferta restrita que segue dominante neste segundo semestre”, comenta o analista Fernando Henrique Iglesias.

Segundo ele, um regime irregular de chuvas prejudicou o desenvolvimento das pastagens, levando ao atraso da engorda do rebanho. Assim, uma lacuna de oferta vai se formando justamente no período de maior demanda do ano, aumentando a propensão de reajustes no curto prazo.

Em São Paulo, preços permaneceram em R$ 170 a arroba do boi gordo. Em Minas Gerais, a R$ 160 a arroba, estáveis. Em Mato Grosso do Sul, continuaram em R$ 157 a arroba. Em Goiânia, passou de R$ 154 para R$ 155 a arroba. Já em Mato Grosso,  subiu de R$ 149 a arroba para R$ 150 a arroba.

Atacado

Já o atacado teve preços estáveis para a carne bovina. “A tendência de curto prazo ainda remete a acomodação, avaliando a reposição mais lenta entre atacado e varejo no decorrer da segunda quinzena do mês. Mas o otimismo em relação à demanda de último bimestre ainda é grande, com possibilidade de maior consistência no movimento de alta”, diz Iglesias.

Fonte:CanalRural
By | 2019-10-28T08:18:43-03:00 outubro 28th, 2019|Brasil, Pecuária|0 Comentários
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!