‘Brasil precisa parar de ser refém das questões ambientais’

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, deve receber nesta quinta-feira, 8, representantes de fundos de investimento e pensão internacionais para discutir questões ambientais. Nesta segunda, 6, cerca de 40 companhias protocolaram na vice-presidência da República e no Conselho Nacional da Amazônia Legal, um comunicado pedindo rigor na agenda do desenvolvimento sustentável e combate ao desmatamento ilegal na Amazônia.

Para Glauber Silveira, comentarista do Canal Rural, o governo, na figura do vice-presidente ou do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, devem ter posição mais ativa sobre questões relacionadas ao meio ambiente.

“O Brasil precisa parar de ser refém desse sistema ambiental e ser protagonista. Precisamos fazer como a Nova Zelândia que tem preços por serviços ambientais, de quem tem floresta. Ou seja, você recebe pela floresta e pelo bem que ela causa. O Brasil precisa colocar valor pelos ativos ambientais”, diz.

Segundo Silveira, o Brasil precisa deixar claro o atual nível de preservação das florestas e dizer que por lei, o produtor tem direito a desmatar determinada quantidade da propriedade, através do desmatamento legal. “Temos 66% de floresta intocada e o produtor tem o direito de desmatar, se ele não vai fazer isso, ele tem um ativo, então ele precisa receber por isso. É preciso ter atitude pró ativa”.

 

 

Fonte:CanalRural

 

By | 2020-07-09T11:34:48-03:00 julho 9th, 2020|Agronegócio|0 Comentários
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!