EUA terão de destruir toneladas de grãos danificados pelas enchentes

Os cenários criados pelas enchentes no Meio-Oeste americano continuam preocupando e entristecendo. Em uma de suas piores crises financeiras em mais de 20 anos, os produtores americanos ainda não conseguem nem mesmo contabilizar seus prejuízos diante dos elevados níveis da água alagando cidades inteiras e suas propriedades.

Os estados mais afetados até este momento são Nebraska, Missouri, Iowa, Wisconsin e a Dakota do Sul. E uma das questões mais difíceis de serem respondidas é sobre o volume de grãos perdidos depois que a força da água destruiu centenas de silos cheios pelo Corn Belt.

De acordo com um jornal local de Iowa, somente no condado de Waterloo-Cedar Falls, estima-se que o volume perdido de soja seja de aproximadamente 10,6 mil toneladadas (390 mil bushels) e mais de 30 mil toneladas de milho (1,2 milhão de bushels) de milho embaixo d’água. Na região dos armazéns próximos ao rio Missouri – um dos mais afetados com as cheias – há ainda mais milho estocado que foi danificado.

Com a destruição de muitas rodovias e pontes, além da obstrução de ferrovias, a movimentação de produtos insumos fica travada, podendo, por exemplo, atrasar a entrega de sementes a alguns locais. Além disso, há estados onde os campos estão sem qualquer condição de trabalho.

As perdas estimadas somente para o Nebraska passam de US$ 1 bilhão, enquanto em Iowa podem passar de US$ 150 milhões em prejuízos em estruturas, maquinários e aproximadamente 100 mil acres de terra que estão embaixo d’água.

 

 

Fonte: Notícias Agrícolas

By | 2019-03-24T23:33:26-03:00 março 24th, 2019|Clima|0 Comentários
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!