Forte queda de 1% em Chicago puxa para baixo preços da soja no Brasil

Normalmente quando se fala em alta do câmbio, como a que ocorreu na última terça-feira, dia 16, em torno de 1%, os produtores de soja já esperam preços mais elevados no país. Mas não foi isso que aconteceu, isso porque do outro lado estavam as cotações na Bolsa de Chicago, com queda de mais de 1%. O resultado foi um recuo de R$ 0,50 por saca na média no Brasil. Nesta quarta (17), o cenário não deve mudar muito, já que Chicago abriu em leve alta, enquanto o dólar novamente opera em movimento contrário, ou seja queda.

Os preços da saca no Brasil caíram no país e o ritmo dos negócios segue praticamente parado. Apenas cerca de 20 mil toneladas rodaram no Rio Grande do Sul. “Os negócios que estão saindo no momento são por questão de necessidade”, disse o analista de Safras & Mercado, Evandro Oliveira.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos baixou de R$ 72,50 para R$ 72. Na região das Missões, a cotação recuou de R$ 72 para R$ 71,50 a saca. No porto de Rio Grande, preço baixou de R$ 77,50 para R$ 77. Em Cascavel, no Paraná, o preço passou de R$ 72 para R$ 71,50. No porto de Paranaguá (PR), a saca caiu de R$ 77,50 para R$ 77. Em Rondonópolis (MT), a saca seguiu em R$ 68,50. Em Dourados (MS), a cotação permaneceu em R$ 69,50. Em Rio Verde (GO), a saca seguiu em R$ 69.

Chicago e câmbio nesta quarta

Os contratos da soja em grão registram preços levemente mais altos nas negociações da sessão eletrônica da nesta quarta. Os contratos com vencimento em maio de 2019 operam cotados a US$ 8,89 por bushel, elevação de 1,75 centavo de dólar por bushel ou 0,16%.

O dólar comercial abriu a sessão em queda de 0,43%, negociado a R$ 3,8860 para a compra e a R$ 3,8880 para a venda. A moeda norte-americana oscila entre a máxima de R$ 3,8940 e a mínima de R$ 3,8870.

 

 

Fonte:Canal Rural

By | 2019-04-17T10:09:14-03:00 abril 17th, 2019|Agronegócio, Economia|0 Comentários
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!