MT: sojicultor terá que colher 60 sacas por hectare para pagar as contas

Pelo terceiro mês consecutivo o valor necessário para cobrir os custos da safra de soja ficou maior em Mato Grosso. De acordo com o Imea, a despesa para cultivar um hectare de soja transgênica no estado fechou o mês de setembro estimada em R$ 3.955,76 em média. O montante representa um acréscimo de 0,7% em relação ao contabilizado em agosto e de 3,8% na comparação com julho.

Este cálculo leva em consideração todos os possíveis desembolsos do agricultor: os custos variáveis (insumos, operações, mão-de-obra, seguro agrícola, transportes, armazenagem, classificação, impostos, manutenção), os custos fixos (depreciação, seguro do capital fixo, arrendamento) e a chamada renda de fatores (remuneração esperada sobre capital e valor da terra).

O aumento é reflexo, principalmente, da variação cambial no período. Entre julho e setembro o Dólar ficou 9% mais caro, elevando – principalmente – os preços dos defensivos químicos como inseticidas (+5,6%), fungicidas (+5,2%) e herbicidas (+3,6%). Os fertilizantes (macronutrientes) também ficaram mais caros (+4,2%).

Embora o custo de setembro tenha se aproximado dos R$ 4 mil por hectare, é o custo “ponderado” o parâmetro mais indicado para mostrar o tamanho da conta dos agricultores de Mato Grosso nesta safra. Ele traça uma “média” dos valores levantados pelo Imea desde o início da negociação dos insumos para este ciclo, já que esta compra costuma ser feita com antecedência pelos produtores. Ainda assim o valor impressiona: R$ 3.908,04 por hectare.

Considerando esta despesa e o valor “ponderado” das vendas antecipadas do grão (R$ 66,53/saca), chega-se ao tamanho do “desafio” dos agricultores nesta safra: será preciso colher em média 58,74 sacas por hectare para conseguir cobrir todos os custos! Vale lembrar que a produtividade média registrada na última safra no estado ficou abaixo disso: 56,04 sacas/ha. A previsão para este ciclo também é inferior: 56,28 sacas/ha.

 

 

 

Fonte:CanalRural

By | 2019-10-18T08:26:54-03:00 outubro 18th, 2019|Agronegócio, Comercial, Mato Grosso|0 Comentários
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!