Preços do boi devem reagir apenas na virada do mês, diz consultoria

O mercado físico de boi gordo abre a semana com referência de preços mais baixos. De acordo com a consultoria Safras&Mercado, os frigoríficos de maior porte continuaram ausentes na compra de gado na última sexta-feira, dia 19, avaliando as melhores estratégias de aquisição para esta semana.

“A incidência de boi a termo e de outras modalidades de parceria reforça esse tipo de estratégia. Além disso, a lenta reposição entre atacado e varejo durante a segunda quinzena do mês não gera necessidade de alongar a programação”, afirma o analista de mercado Fernando Iglesias.

No atacado, os preços da carne bovina também permaneceram estáveis. Conforme Iglesias, não há grande espaço para alta nos preços na segunda quinzena do mês, avaliando a lenta reposição entre atacado e varejo neste período em especial. “A tendência é que haja alguma reação durante a virada de mês, quando a entrada dos salários motiva o consumo”, disse ele.

O corte traseiro seguiu em R$ 11,10 por quilo. O corte dianteiro seguiu em R$ 9,00 por quilo. Já a ponta de agulha permaneceu em R$ 8,20 por quilo.

    • São Paulo: R$ 155 por arroba
    • Uberaba (MG): R$ 147 por arroba
    • Dourados (MS): R$ 143 por arroba
    • Goiânia (GO): R$ 142 por arroba
    • Mato Grosso: R$ 141 a R$ 142  por arroba

 

 

 

Fonte: Canal Rural

By | 2019-07-22T08:02:57-03:00 julho 22nd, 2019|Brasil, Economia, Mato Grosso, Pecuária|0 Comentários
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!